Janaina Riva lamenta situação, mas elogia Stopa: “Está conduzindo bem”

50

A deputada estadual Janaina Riva (MDB) lamentou a situação política vivida por Cuiabá, com o afastamento judicial de Emanuel Pinheiro (MDB) da Prefeitura, mas elogiou a condução que tem sido dada pelo prefeito em exercício José Roberto Stopa (PV).

Emanuel está afastado do Palácio Alencastro há mais de três semanas, por força de duas decisões judiciais, sendo uma na área criminal e outra na área cível. As ações são consequência de um suposto esquema do prefeito na Secretaria de Saúde da Capital.

“Lamento por Cuiabá, mas ao mesmo tempo acho que o Stopa tem conduzido bem. Esse clima de pacificação faz bem para Cuiabá e as pessoas sentem isso”, afirmou.

Vejo que, apesar de um prefeito afastado ser muito dramático para o Município, Cuiabá está indo bem

Desde que assumiu a Prefeitura, Stopa tem atuado de forma a aproximar a gestão municipal do Governo do Estado, mantendo um canal aberto com o governador Mauro Mendes (DEM), com quem Emanuel tem uma rixa política declarada.

A postura dele, aliás, chegou a ser elogiada pelo próprio governador, que disse confiar no atual prefeito da Capital.

“Sempre disse isso para o Emanuel e os apoiadores dele, que Cuiabá precisava disso [clima de paz]. E vejo que, apesar de um prefeito afastado ser muito dramático para o Município, Cuiabá está indo bem”, afirmou Janaina.

Afastamento

Emanuel Pinheiro sofreu o primeiro afastamento judicial em 19 de outubro, na área criminal, quando foi deflagrada a Operação Capistrum, que apura suposto esquema na Secretaria de Saúde da Capital, com acordo para acomodação de indicados políticos em troca de apoio na Câmara Municipal, inclusive com pagamento ilegal de prêmio-saúde para os contratados.

No dia 29, ele voltou a ser afastado, dessa vez em ação movida pelo Ministério público Estadual na área cível, pelo mesmo objeto. Na sequência, o emedebista teve dois recursos negados.

“É triste para Cuiabá, mas é uma decisão judicial. Não tem que ser questionada, tem que ser respeitada e cumprida”, afirmou a deputada.

Midianews.com.br