Falta de insumos : Senador Acir Gurgacz diz que o momento é delicado tanto para o agronegócio quanto para a população

50

 A Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA) debateu a situação do Brasil em relação ao uso de insumos para produção agrícola. O país tem sofrido com a crise global na produção de fertilizantes.

A Comissão de Agricultura discutiu a escassez de insumos que tem afetado a agricultura brasileira. A principal preocupação levantada na reunião foi a ameaça de falta de fertilizantes em 2021 e 2022, já que a produção desse item passa por uma crise global. No caso do Brasil, a situação tem sido ainda mais desfavorável em razão da alta importação de fertilizantes.

Indústrias da China, do Canadá e da Rússia, que são as principais exportadoras, têm passado por dificuldades operacionais e colocado a cadeia de suprimentos mundial em risco. Para o presidente da Comissão, senador Acir Gurgacz, do PDT de Rondônia, o momento é delicado tanto para o agronegócio quanto para a população.

Com a demanda em alta e a oferta em baixa, o preço dos insumos têm subido demais, com o agravante da cotação do dólar, que supera a marca dos 5,50. Isto terá reflexo na agricultura em todo o país e, além de aumentar os custos de produção, deve ser passado ao consumidor, aumentando o preço dos alimentos nas mesas dos brasileiros. A situação é preocupante para a agricultura e para a segurança alimentar.

A audiência foi solicitada pelo senador Zequinha Marinho, do PSC do Pará, que declarou que existe uma questão emergencial, visto que a falta de insumos e de fertilizantes pode reduzir o volume e a qualidade da produção agrícola. Para ele, investir em produtos próprios do Brasil é uma das formas de reverter a atual conjuntura.

Nós precisamos começar a olhar o futuro. E olhar o futuro é trabalhar com o governo e com o setor privado a produção para autossuficiência, né, desses produtos, tanto no que diz respeito ao setor que vai explorar, porque o Brasil graças a Deus tem, e eu não sei porque é melhor importar do que explorar um produto nosso.

De acordo com Dados da Associação Nacional para Difusão de Adubos, até junho deste ano, o Brasil utilizou 23,9 milhões de toneladas de insumos. Desse total, apenas 3,7 foi produzido em território nacional.

Rondoniadinamica.com