Visão e traslado : Pra. Elza Amorim

317
Visão e traslado: reportagem; Tarcísio Meira e Pedro Cardoso; caso moça e fazenda; Roberto Jefferson, Dep.Daniel; Deus mandou Chamar a Comissão de Direitos Humanos Internacional Urgente.
Na madrugada do dia 26 de agosto de 2021, ou 26 de agosto do ano 4 do século 21 D.C., eu tive essas visões, assim como, eu também fui trasladada em meu espírito e vi e ouvir o que segue:
Eu vi como um tribuna para reportagem, muitos microfones, no meio estava um microfone de imprensa internacional, como destaque, havia muitas pessoas por ali, e um barulho intenso, falas
A minha mente voltou
(alguma reportagem vai sacudir a terra)
Depois eu ouvia uma história de um neto que queria conhecer o avô, e eu via um garoto, e o pai falava do seu pai, avô do menino. Foi quando eu vi a imagem do Tarcísio Meira e a do ator Pedro Cardoso. Era como Pedro Cardoso fosse filho de Tarcísio Meira e o menino seria filho do Pedro.
Era algo de pai para filho
Foi quando eu ouvi assim:
“eu quis saber do meu pai”
Minha mente voltou
(Saberemos o que seria isto)
Depois eu vi uma fazenda muito bonita, tipo fazenda de novela mexicana, na frente havia uma extensa varanda com escada, em baixo, na frente, parecia que tinha um espaço com areia, e eu vi alguém pulando corda, fazendo exercício físico.
E algo acontecia naquela casa.
Neste momento eu vi sair por uma larga porta, e foi passando pela varanda, uma moça, ela usava um vestido, modelo jovem guarda, na cor verde, os  cabelos cortados, ela usava uma blusa por debaixo do vestido, manga focada.
Ela estava com um bolsa na mão, e ela tinha um estilo muito elegante, muito bonita, parecia ser morena clara.
E ela vinha para descer os degraus, parecia estar falando com alguém, mas eu só via essa moça. Foi quando eu ouvir assim:
“Mas algo estava acontecendo naquela fazenda, o mal já estava naquela fazenda…”
A minha mente voltou
(Parecia ser uma reportagem destas que conta toda a história do que aconteceu)
Na madrugada do dia 27 de agosto de 2021, ou 27 de agosto do ano 4 do século 21 D.C., eu fui trasladada em meu espírito e vi e ouvir o que segue:
Eu me vi em um lugar onde havia muita gente, muito barulho, eu sabia que havia injustiças, pessoas sendo aprisionadas, encurraladas, sem poder sair dali.
Era um espaço grande, mas as pessoas estavam como presas, elas eram seguidas, vigiadas, espionadas o tempo todo.
Teve um momento que eu ouvia e via algo muito tenso, mas não lembro o que era, e eu me vi falando assim com Deus:
“Senhor, que miseráveis tiranos são estes? De onde saíram esses homens?”
E eu continuei vendo pessoas sendo perseguidas, e eu via algo ruim acontecendo com alguém, mas eu não conseguir guardar as cenas, eu via muitas coisas mas Deus não me permitiu trazer.
Mas eu ouvir o nome:
 “Roberto Jefferson”
 E eu me vi dizendo assim:
 “Senhor, vão fazer de tudo para tirar a vida dele e dizer que morreu de causa natural”
 E eu ouvir também o nome:
“Deputado Daniel”
Eu me vi debatendo, falando com algumas pessoas e eu dizia:
“vou chamar a comissão de direitos humanos”
E alguns davam risadas, como se dissesse assim: “eles são dos nossos, não vão fazer nada”
Eu lembro-me que falei assim:
“Não é essa comissão que vocês estão pensando, é outra comissão de direitos humanos”
Porque dentro de mim seria a Comissão Internacional de Direitos Humanos.
Eu vi salas, dava a impressão que era escritórios de advocacia, mas não era, era algo para perseguir as pessoas.
Eu vi outros lugares que pareciam Clínicas médica, mas era só de fachada.
Eu lembro-me de ter debatido com uma pessoa e eu peguei muitos documentos ali, eu puxei adesivos em balcons de vídros e documentos da mão desta pessoa para tentar montar prova para dar a um advogado que eu estava esperando, porque eu também estava naquele lugar sem poder sair, pois eu estava sendo vigiada o tempo todo. O advogado viria disfarçado.
E eu ficava olhando, procurando, para saber realmente como era o nome daqueles estabelecimentos. Eu sei que eu peguei vários documentos, e eu vi pessoas muito tensas, era muita perseguição, barulho,
Eu  lembro-me de ter ouvido Deus me falar assim: “Comissão de Direitos Humanos, Urgente”
A minha mente voltou
(Eu entendir que Deus está me mandando trazer essa visão à público, para que advogados, autoridades, chame a comissão de direitos humanos urgente. E, é a Comissão Internacional.
Também entendir que o Roberto Jefferson, o Daniel estão em perigo.
Eu via muitas cenas, mas não conseguir guardar…
Investigação e proteção urgente)
QUEM TEM OUVIDOS PARA OUVIR QUE OUÇA!
Mas, quando vier isto (eis que está para vir), então saberão que houve no meio deles um profeta. Ezequiel 33:33
Pra. Elza Amorim