Visões e traslado: Pra. Elza Amorim

368
Visões e traslado: tanques de guerra, Israel Bombardeada; aviões e submarinos que voam, acidente, catástrofe no mar; Edifício Capemi; locutor de rádio, Daniel Alencar; fraudes nas urnas desde 2000; vereador violenta, mata menina; pessoas chamadas de gado sendo pesseguidas, homem amordacado, torturado e vacinado para morrer.
Na madrugada do dia 24 de agosto de 2021, ou 24 de agosto do ano 4 do século 21 D.C., eu tive essas visões, assim como, eu também fui trasladada em meu espírito e vi e ouvir o que segue:
Eu via muito tumulto, muitas pessoas nas ruas eu via muita destruição, escombros, eu via construções aos pedaços, como estivesse sido bombardeadas, via prédios ao meios, pedaços de ferros, vergalhões, eu ouvia muitas falas, ouvia fortes gritos de dor e vi muitos tanques de guerras, dentro de mim estava que era Israel sendo atacada. E eu via muitas ruínas.
(Será grande a destruição em todos os sentidos naquela Nação)
Em seguida eu via carros, mas eram como se os carros estivessem voando. Eu via as quatro rodas dos carros, pequenos, suspenso no ar e via hélices ligadas, como de aeronaves por cima dos carros, Eu vi também como submarinos, mas neles também tinham hélices, e estes, pareciam levantar voos de dentro água pelos céus.
Era uma mistura de carros, aviões, submarinos.
E eu parei de ver.
(Acredito que isto seja no futuro, carros de passeios que voam, submarinos que também voam…eu não sei…)
Depois eu vi uma bandeira no alto, retangular, em duas cores, preta e vermelha.
E tinha uma outra bandeira atrás dela. mas eu não lembro mais a cor.
Parei de ver
(Algo muito sério vai acontecer com a Nação cuja bandeira são estás cores, e há outra Nação ou partido, organização, por detrás de tudo isto)
Na madrugada do dia 25 de agosto de 2021, ou 25 de agosto do ano 4 do século 21 D.C., eu tive essas visões, assim como, eu também fui trasladada em meu espírito e vi e ouvir o que segue:
Eu vi o mar, as águas azuis, vi um Kaiak, uma embarcação assim, pequena, com várias pessoas. Eu vi alguém com blusa vermelha, outro de amarelo, e tinha outra embarcação próxima também, pequena, e aconteceu algo, eu tive a impressão que as pessoas pularam na água, e a água vinha com uma força tão grande, eu vi as pessoas olhando desesperadas, tentando sair dali.
Minha mente voltou
(Alguma tragédia no mar)
Depois eu vi novamente o mar, as águas azuis, e de repente eu vi as águas como cachoeiras, iam descendo, se embolando, espumando em uma velocidade intensa.
Foi tudo muito rápido
Parei de ver
(Catástrofe no mar)
Depois eu ouvia muitas falas, algo tenso, e eu ou assim:
“Edifício Capemi”
(Alguma camuflagem está instalada neste prédio, e será descoberto)
Depois eu ouvia muitas falas, era de locutor de rádio, eu ouvia várias palavras, lembro-me destas: “balanço Geral”
E a voz do locutor era bem ativa, contagiante. E, eu ouvia como um fundo musical, um louvor do Arautos do Rei, assim:
“Filho vai chegou a hora, filho vai sem mais demora, vai buscar os seus amados…”
Então eu ouvir o nome:
Daniel Alencar.
E estava no meu subconsciente o nome de:
“Eli Correia”
(Alguém ou ambos deve estar se despedindo da terra)
Depois eu ouvia uma tremenda confusão, era sobre política, urnas eletrônicas, foi quando eu ouvir um homem dizer assim:
“chama também para interrogar todos candidatos que prevaricaram, trapaciaram em 2000”
(Eu entendir que as urnas estão sendo fraudadas desde o ano 2000)
Depois eu via muita gente, uma confusão muito grande, muitas falas, algo tenso, tumultuado, eu não conseguia entender.
E eu vi um homem chegar e colocar uma mochila, tipo uma sacola com alças, em uma sala, e ele pôs também os sapatos que ele estava usando e saiu, desapareceu.
E eu vi quando chegaram outras pessoas, e eu vi uma mulher falar assim:
” o que é isso aqui?”
E ela abriu a sacola; eu estava distante olhando, e eu vi que dentro daquela sacola havia um corpo de menina, estava ferido, parecia quebrado, e ela tinha sido violentada.
E eu sabia que quem havia deixado ali foi um vereador que era candidato a deputado.
Minha mente voltou
(Saber-se-á que caso é este)
Depois eu vi um lugar aberto, campo, tipo fazenda, havia muito verde, muitas pessoas, e eu  vi bastante gados brancos.
De repente, era uma perseguição muito grande, e eu vi os bois correndos, as pessoas correndo, e eu ouvir assim:
“o gado vai te pegar’
Logo eu vi uma sala pequena, parecia sela, lugar de tortura, e eu ouvia sendo chamado de boi, mas eu via um homem, ele estava amarrado pelos pés, pendurado de cabeça para baixo, amarrado as mãos para trás, e com um pano amarrado a boca para não gritar.
E eu via pessoas por ali, foi quando eu vi alguém chegar com uma ampola, meteu a aqulha em um frasco, parecia vacina, e eu entendia que era de cavalo, acrescentou outra coisa e injetou na boca do homem, mesmo este amordaçado.
Eu vi quando o homem sem reação, engoliu o líquido e fez expressão que sabia que iria morrer.
Então encheram novamente a ampola com outro liquido eu ouvia “segunda dose”
Eu vi um frasco de vacina e um líquido branco dentro de um saco transparente, esse homem puxava a seringa e derramava novamente, que era para misturar bastante, a intenção era matar o gado,homem; e veio e pressionou na boca do homem amordaçado.
A minha mente voltou
(Eu fiquei analisando essa visão então lembrei-me que nas redes sociais estão chamando pessoas de gados.
Logo entendi que perseguiram, amordacaram  um homem que eles tem como gado, e estão o torturando e fazendo tomar vacinas contaminadas para o homem morrer logo.
E tem muita gente tachadas por gados sendo perseguidas, torturadas, querem as amordaçar, calar)
QUEM TEM OUVIDOS PARA OUVIR QUE OUÇA!
Mas, quando vier isto (eis que está para vir), então saberão que houve no meio deles um profeta. Ezequiel 33:33
Pra. Elza Amorim