Visão e traslado: Pra. Elza Amorim

563
Visão e traslado: Protesto França; colisão de aviões; Humberto Lima de Peixoto; manifestação pública; movimento judaísmo; Def. Pública do Estado de Goiás; novo caso correspondente.
Na madrugada do dia 14 de agosto de 2021, ou 14 de agosto do ano 4 do século 21 D.C., eu tive essas visões, assim como, eu também fui trasladada em meu espírito e vi e ouvir o que segue:
Eu via ruas, avenidas, e eu via nas margens, muitas pessoas, eu me vi como se eu estivesse dentro de um carro com fundo aberto, numa pista, paralela, e ia filmando as coisas. Havia bastante gente com bandeiras, e também eu via veículos por ali, eu ouvia muitas falas, ouvir buzinas, era um protesto, uma passeata
E eu vi uma bandeira grande nas cores: branca, azul e vermelha.
Parei de ver
(Isto seria um protesto, uma passeata, e pela cor da bandeira, na França… Saberemos)
Depois eu vi um avião passando, eu me vi olhar um pouco acima da altura que ele estava, e de repente,  eu vi outro avião, e este foi passando por cima do primeiro, e eu vi o de cima bater no de baixo, e foi voado trêmulo.
E neste instante eu ouvir assim:
“avião colidiu”
Minha mente
(Acidente aéreo)
Depois eu ouvia muitas falas, noticiários, e eu ouvir nomes, lembro-me deste:
“Humberto Lima de Peixoto”
(Algo com este será sabido)
E eu continuei ouvindo as falas, muita confusão, tumulto, e eu ouvir assim:
“manifesto público”
E eu via documentos e via assinaturas, mas eu não conseguia entender, eu tive a impressão que o primeiro nome de uma assinatura era Valquíria ou Virginia.
Minha mente voltou
(Saber-se-á que papéis são estes)
Depois eu continuei vendo documentos, muitos papéis, eu vi nomes grifados, vários, mas eu só lembro destes:
“Judaísmo e  movimento”
(O Judaísmo vai fazer algum momento)
E eu continuei ouvindo falas, temenda confusão, era algo envolvendo vacinas, política, mas eu só entendir assim:
“Defensoria pública do Estado de Goiás”
(Algo este órgão irá fazer, todos saberão)
Depois eu via cenas, era algo muito tenso, mas eu não conseguia entender,  só lembro de ter ouvido assim;
“um novo caso correspondente”
(Algo virá a tona, saberemos que caso seria este)
QUEM TEM OUVIDOS PARA OUVIR QUE OUÇA!
Mas, quando vier isto (eis que está para vir), então saberão que houve no meio deles um profeta. Ezequiel 33:33

Pra. Elza Amorim