Artigo: Solidariedade ao Líbano

93

A tragédia que se abateu sobre o Líbano, na forma de uma explosão de produto químico, contabiliza mais de 150 mortos e milhares de feridos. Muito mais do que números, são vidas de pessoas e de seus familiares destruídas nos escombros e estilhaços. As imagens lembraram muito as tristes consequências causadas pelas bombas atômicas lançadas sobre o Japão.

As circunstâncias são diferentes, mas a tristeza é a mesma, assim como a necessidade de reconstrução. Nesse sentido, o artista plástico Gerson Lima dá a sua contribuição visual com a criação de um trabalho que tem como destaque as mãos coloridas que simbolizam todas as raças unidas por um mesmo ideal.

Os tons ocres no fundo do trabalho aludem são só às consequências da explosão, mas também a todas as transformações que um evento como esse gera. Temos a noiva médica que interrompeu a festa de casamento para atender pessoas feridas no seu entorno, jornalistas que estavam em estúdios que viram tudo desmoronar à sua volta….

Pessoas que estavam caminhando pelas ruas ou em suas casas ouviram, sentiram e viram uma explosão sem entender se aquilo era um terremoto ou uma ação terrorista, mal tendo tempo de reagir para cuidar de si mesmo e das pessoas queridas. Que a imagem de Gerson Lima nos estimule, cada um à sua maneira, a ser solidários com o fato.

Mande a sua mensagem (texto e/ou imagem) sobre a Reconstrução do Líbano para odambros@uol.com.br

Oscar D’Ambrosio é jornalista pela USP, mestre em Artes Visuais pela Unesp, graduado em Letras (Português e Inglês) e doutor em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e Gerente de Comunicação e Marketing da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. Coordena o projeto @arteemtempodecoronavirus e é responsável pelo site www.oscardambrosio.com.br