Justin Bieber evangeliza e convida seus milhões de seguidores para a igreja

55

Justin Bieber tem compartilhado post após post sobre sua fé cristã com seus 137 milhões de seguidores no Instagram.

A estrela pop convidou recentemente seus milhões de seguidores na plataforma de mídia social para baixar o aplicativo do Churchome, a megaigreja pastoreada por seu melhor amigo Judah Smith.

O aplicativo gratuito fornece acesso aos serviços e eventos da igreja, bem como orações guiadas diariamente.

“Nossa igreja tem um aplicativo, é grátis, venha se juntar a nós enquanto aprendemos, conversamos e adoramos nosso criador! Estou agora !!” Bieber compartilhou.

Ele seguiu seu posto com outro em que agradeceu a Jesus por libertá-lo da vergonha e condenação.

“Tudo ao nosso redor aponta para um criador, um criador, um arquiteto, um designer!” ele disse.

“Estou tão agradecido que quem fez tudo isso me ama. Me ama tanto que ele desceu à terra totalmente humano, mas plenamente Deus tornando todas as coisas novas ao dar sua vida na cruz! Agora estou perdoado!

“Eu posso me libertar da vergonha e condenação! Obrigado, Jesus.”

Bieber abriu recentemente em um bate-papo por vídeo com Smith sobre como todas as armadilhas da fama e fortuna ainda o deixavam vazio.

No vídeo postado no Instagram, Smith perguntou o que o fez decidir se tornar intencional sobre o desenvolvimento de seu personagem.

Em resposta, Bieber disse: “Eu acho que experimentei muito na minha curta vida. Vi muito, experimentei muitas coisas que muitas pessoas olham e pensam que trariam tanta satisfação, sejam coisas e carros e roupas, dinheiro e coisas e meninas, eu tive muitas coisas que realmente me deixaram vazio”.

Ele admitiu que ainda era fácil ceder à mentira de “Ei, bem, se você conseguir isso, ficará feliz”.

Ser deixado vazio o forçou a olhar para a condição de sua alma, disse ele, e o fez perceber que estava “apenas machucado e quebrado”.

“E então eu perguntei a Deus, eu disse: se você é real, eu preciso que você me mostre. E está escrito na Bíblia: ‘Se você me procurar, você me encontrará.’ E ao invés de procurar essas outras coisas, eu meio que comecei a olhar para Deus e Ele me mostrou que valia a pena me salvar, que valia a pena morrer na cruz… porque valia a pena. E não tinha nada a ver com o que fiz porque era uma pessoa tão machucada e quebrada que fazia muitas coisas ruins “.

Folha Gospel com informações de The Christian Today