Visões: Avião é atacado, navio e funcionários, ventania forte, chuvas e invasão das águas do mar, navios e pandemia – Por Pra. Elza Amorim Carvalho

174

Na madrugada do dia 21 de março de 2020 eu tive as seguintes visões:

Eu vi uma estrada, com área aberta e bastantes árvores, e eu vi um carro tipo jeep, ele estava escondido entre as altas árvores e com a porta do carona aberta.

E eu vi afastado a poucos metros do veículo, sobre um lugar ladeirado, um pequeno barranco, com bastantes verdes, um homem agachado com uma potente arma na mão,  parecia fuzil, ou dessas que derrubam aviões.

Ele estava camuflado e olhava por entre  o vidro da janela do veículo, lado motorista.
Foi quando eu vi um avião surgir,  estava voando baixo e já estava passando quase sobre o carro.

Então eu vi o homem fazer menção de puxar o gatilho da arma para derrubar o avião.
A minha mente voltou.

Depois eu vi várias pessoas,  elas estavam usando fardamento azul e branco, o tom do azul era bonito, turquesa.
Elas estavam em um espaço oval, e parecia ser o chão de tábuas.
Eu percebi que era uma área de um navio.
E eu vi algumas daquelas pessoas irem de um canto para o outro como elas estivessem muito preocupadas.
Algo acontecia ali.
Na minha cabeça eu dizia Marinha, eles estão em navio.
Minha mente voltou.
(Algo em algum navio e com estes funcionários, irá acontecer)

Depois eu via muito vento, vi coisas sendo arrastadas pelos ventos, telhados descobertos, árvores que  pareciam que iriam serem arrancadas.
Fortíssima ventania.
Logo, eu vi também muitas águas de chuvas, e do mar.
As águas do mar elas estavam revoltas e faziam muito barulho.  Foi quando eu às vi irem para dentro do mar e voltarem, nesta volta, estavam tão altas que podiam  cobrir até prédios.
Era uma terrível manta de águas.
Uma gigante onda  que veio de forma brusca  para frente.
Eu só escutei aquela intensa pançada.
Minha mente voltou.

Depois eu ouvia muito tumulto, eram várias notícias sobre coisas que aconteciam ao mesmo tempo.
E eu ouvir um noticiário que dizia assim: 
“Mais de mil feridos …. Era na voz da Maju Coutinho.
Foi quando eu vi um grande navio na cor branca  e eu vi letras grandes na cor azul nele.
Minha mente voltou.

Depois eu ouvia outras notícias, eram sobre a pandemia,  parecia não haver mais lugar para colocar os doentes no Brasil.
E eu ouvir algo sobre um navio, assim:
“…fica retido para cuidar dos doentes que vem ai”
Era algo relacionado com os brasileiros que estão sendo transportado para o Brasil.
Envolvia também os brasileiros que estão retido no navio que a França não quis recebê-lo.
Minha mente voltou.

Mas, quando vier isto (eis que está para vir), então saberão que houve no meio deles um profeta.
Ezequiel 33:33

Pra Elza Amorim Carvalho
Elzacarvalho68@gmail.com
https://praelzaamorimcarvalho.blogspot.com