Visões: Ataques e explosão na mesquita de Jerusalém, enchentes/ lamas e águas… Por Pra Elza Amorim Carvalho

141

Visões:  ataques e explosão na mesquita de Jerusalém, enchentes/ lamas e águas sujas, avião caí e explode, fugitivos em situação de miséria.

Na madrugada do dia 24 de fevereiro de 2020, eu tive às seguintes visões:

Eu vi a mesquita de Jerusalém e tudo em volta.
Parece ter havido uma explosão na frente/dentro da mesquita, e eu vi muito destroços.
Depois eu vi um avião, tipo helicóptero, ele sobrevoava atracando por cima da mesquita.
Havia um atirador com uma potente arma, sentado  na porta do avião, e ele disparava diversos tiros sobre a mesquita,  eu ouvia o barulho das balas furando a cúpula da mesquita,
Um verdadeiro cenário de guerra.
Minha mente voltou.

Depois eu vi um lugar, parecia ser ruas. E eu vi muito barro, lamas, muitos destroços.
E, pelo meio, descia parecendo um forte rio, ou era águas bem sujas ou lamas,  e arrastava um carro de passeio.
O teto do carro estava amassado, destruído.
Haviam muitas sujeiras, lamas  e objetos/destroços dos lados.
Parei de ver

Depois eu vi um lugar, haviam algumas árvores ali. 
De repente, eu vi um avião descendo, parecia um helicóptero grande,  e ele foi descendo de uma vez, mas parecia em câmara lenta.
E eu o vi bater no chão de uma só vez.
Eu ouvir o barulho da pancada, de tão forte, parecia ter o avião entrado terra a dentro.
E neste instante, eu vi subir uma intensa camada de poeira e fumaça com fogo, que é até difícil para descrever.
E cobriu tudo, o avião desapareceu diante dos meus olhos.
Eu não sei se aquele lugar era areia, tipo de deserto, ou de ilhas, ou lugares seco, a terra era bem ressequida e claras.
Sabe quando algo grande e pesado cai de uma vez nas águas que sobe aquela potência de águas?  Foi assim,  porém, subiu de terra ou areia com fogo.
A imagem do fogo ficou na minha mente por minutos, mesmo eu olhando para as outras coisas dentro do meu quarto.

Depois eu vi um lugar, era parecido uma orla.
Na rua tinha um fluxo de gente muito grande.
Haviam construções de um lado, uma rua, o muro e a praia/mar.
Era um lugar com bastante pedras.
Havia ali, dentro da praia/mar, parecia um navio antigo atracado,  ou uma construção que as águas invadiram.
Neste lugar também,  havia uma rede de esgoto que recebia os rejeitos das casas.
Eu vi  sujeiras do esgoto caindo nas águas,  e eu vi que também, dentro deste lugar, havia outra abertura que desciam mais esgotos.
E havia um grupo de pessoas, elas eram fugitivas, e se escondiam neste lugar.
Elas pareciam turistas que ficaram sem dinheiro e não tinham para aonde irem, algo assim.
Eu vi duas jovens, pareciam Alemãs ou Argentinas, elas usavam a parte debaixo de um biquíni e uma blusa quadriculada de mangas longas, mas estavam dobradas, por cima, estavam com um nó na blusa em frente ao biquíni.
Elas eram bonitas.
Todos achavam que elas eram turistas,  mas eu as vi se escondendo, para ninguém ver que elas estavam morando naquela estação ou boca de esgoto.
Elas se disfarçavam por entre as pedras e ferro daquele lugar.
Eu vi um rapaz aparentemente saudável e bonito, ele estava usando uma camiseta branca e estava deitado no muro de pedra, um cás, neste lugar. Parecia sem saber o que fazer.
Foi quando eu olhei  para dentro deste lugar, a entrada era tudo aberto e eu vi que tinha muitas pessoas lá dentro.
Eu vi um homem de bermuda e sem camisa,  ele estava com os braços para cima segurando na barra de ferro da eentrada.
Tive a impressão que ele era traficante de drogas.
Foi ai que eu pensei; como é que mora tanta gente ali dentro, que condição miserável.
Eles não tem o que comer, não tomam banho, para tomar um banho saíam procurando um cano de água quebrado, e para fazer as necessidades fisiológicas,  haviam dois buracos lá dentro,  que eles faziam, e as fezes caiam dentro do mar.
Era um lugar de ferro e tábuas, todo aberto por dentro, eles ficavam todos juntos,  homens, mulheres e crianças.
Para comer, eles saiam e vinham roubar nas barracas e as pessoas nas ruas.
Eu vi quando àquelas duas moças fizeram isto.
Parei de ver.

Mas, quando vier isto (eis que está para vir), então saberão que houve no meio deles um profeta.
Ezequiel 33:33

Pra Elza Amorim Carvalho
Elzacarvalho68@gmail.com
https://praelzaamorimcarvalho.blogspot.com.