Homem resgata menino desaparecido e se recusa a ser chamado de herói: “A glória é de Deus”

62

Keith Rollins, um funcionário do Serviço Postal em Maryland, nos EUA, estava dirigindo quando encontrou um menino andando descalço pela estrada.

Ethan Adeyemi, de 2 anos, desapareceu por cerca de 10 horas no condado de Howard na manhã de quinta-feira (13). A polícia usou bombeiros, unidades especiais, aeronaves e drones para conduzir a busca por Ethan, em vão.

“Foi ordenado por Deus que eu estaria naquele lugar naquele momento”, Keith. “Por acaso vi uma cabecinha. Eu não sabia se era uma cabeça gente ou algum animal, então parei e liguei para o resgate”.

A criança estava molhada e tremendo quando Keith o encontrou, então ele o levou para dentro de seu veículo para aquecê-lo antes que as equipes de resgate chegassem.

“Eu tinha uma blusa com a qual eu o cobri”, contou o homem. “Depois liguei para a polícia e disse que tinha um garotinho no meu veículo e, em questão de minutos, eles chegaram”.

Glória a Deus

A família do pequeno Adeyemi, a comunidade e os policiais saudaram Keith como um herói por salvar a vida do menino. No entanto, ele se recusou a receber crédito e deu toda a glória a Deus.

“Dou glória a Deus por poder ajudar naquele momento específico e estar naquele lugar no momento certo. Mas um herói? Não, de maneira alguma”, disse ele.

Se a criança tivesse sido encontrada um pouco mais tarde, a situação poderia ter sido muito pior.

GUIAME