Descobriram onde esta a Arca de Noé

204

A história da arca de Noé é conhecida por grande parte das pessoas, você mesmo já deve ter ouvido falar do grande barco que levou milhares de animais sobre as águas do dilúvio. Muitos acreditam outros nem tanto, mas arqueólogos descobriram algumas evidências que podem confirmar essa história. Acompanhe conosco:

A grande descoberta – A Arca de Noé

 

A INUNDAÇÃO

Uma grande inundação que resultou na devastação da Terra no passado é uma crença de diversas civilizações antigas, como a grega, babilônica e suméria. No entanto, a narração mais conhecida é certamente a de Noé que ficou aproximadamente 370 dias com sua família e animais dentro da grande arca. 

Na Bíblia, o grande barco teria quase 150 metros de comprimento e 15 metros de altura, tendo seu tamanho comparado com o porta aviões USS Kitty Hawk da década de 60. Muitos estudiosos questionam a validade da história relatada por Moisés, por afirmarem que um navio nesse porte não se esconderia com facilidade.

ARCA ENCONTRADA

No entanto, em 1959 um piloto turco tirou uma foto no monte Ararate do que parecia ser uma embarcação próxima ao topo do monte. Na época, a possível arca não levantou grande interesse da comunidade científica e foi só em 1978, após um terremoto na Turquia oriental, que um arqueólogo chamado Ron Wyatt se dedicou ao estudo do local.

O senhor Wyatt, incialmente mediu a formação que estava sobre as montanhas, para conferir se batiam com a descrição das escrituras hebraicas. O que Wyatt descobriu foi que as medidas eram quase que exatas com as mencionadas na Bíblia, mesmo com algumas diferenças que foram descritas pelo arqueólogo “como causadas pela ação do tempo sobre a arca”.

OUTRAS PROVAS

Porém, muitas críticas surgiram contra o descobrimento dele. Os arqueólogos alegaram que faltavam evidências de que não se tratava apenas de uma formação rochosa e duvidaram do pesquisador pelo fato dele não ser realmente um arqueólogo formado.

Por causa da necessidade de procurar maiores evidências, outros pesquisadores começaram a buscar mais informações sobre o local que a suposta arca estaria. O que eles acharam anos mais tarde foram pedaços de madeira petrificada nas bordas da embarcação e, após cavarem um pequeno buraco na arca, eles acharam resto de estrume dos animais, a base de um chifre e o que eles acreditaram ser cabelo humano.

EVIDÊNCIAS DO DILÚVIO

A partir daí, diversas evidências começaram a surgir sobre o barco, como por exemplo, pedras que teriam mantido a embarcação estável no meio do dilúvio e pedaço de metal que constituíam parte do navio. Mas, o surgimento de novas provas só acirrou ainda mais a discussão sobre o assunto, várias críticas surgiram e não demorou para que a validade das provas fosse questionada.

Para o arqueólogo John Morris “tudo na terra dá evidências do dilúvio”, formações rochosas como o Grand Canyon nos Estado Unidos são para ele a prova disso. Mesmo assim, a validade da história Bíblica ainda é posta em questionamento e as descobertas do senhor Ron Wyatt ainda é tratada como um grande engano.

Para por um fim nos questionamentos, o professor Raul Esperante se dedica atualmente no estudo da região ao redor da montanha. O objetivo do professor é encontrar pistas sobre eventos catastróficos que ocorreram no passado. Infelizmente, o professor só irá revelar suas descobertas no final do estudo, quando ele pretende trazer provas conclusivas sobre a verdadeira arca de Noé.     

Iae curiosos você acredita ou não que possa realmente ser a arca de Noé nessas imagens? Comenta ai. 

Link do vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=LPrR5i4WoKA

Fonte: Mais Curiosidades