Não dê razão a dúvida – Por Elza Amorim Carvalho

24

Peça-a, porém, com fé, sem duvidar, pois aquele que duvida é semelhante à onda do mar, levada e agitada pelo vento. Tiago 1:6

O que pode nos separar de Deus é a inconstância da fé.
Se ficarmos oscilantes, seremos iguais a beira de praia, ora cheia, ora vazia.
Porque, apenas uma pontada de dúvida em nosso coração, é o suficiente para impedir o milagre chegar até nós.
A dúvida é um sentimento enganoso, ele pode tirar das nossas mãos àquilo que já estava em nosso poder.

É preciso ter certeza do que se quer,  do que deseja, do que se pensa.
Se houver dúvidas, há insegurança, há medo, então, Deus não poderá operar.
Deus age sobre o que nós acreditamos, tudo é possível ao que crer.
Se há  raízes de incredulidade dentro de nós, mesmo que a bênção já esteja a caminho, que a vitória já começe a dar sinais de que  vai chegar, ela recua.

Haja vista que o nosso opositor ele é sagaz, e ele está sempre a nos observar, se demonstramos fraqueza na nossa decisão, na nossa fé, ele arremessa ainda mais os seus dardos para mais nos abater, porquê ele ganha forças e atua com mais rigor sobre a nossa incerteza.
Quando titubeamos na nossa fé, abrimos espaços para o inimigo entrar.

Consequentemente, vem os questionamentos que darão mais vazão ao será, e quando os serás multiplicam-se, a dúvida se instala com maior intensidade.
Logo, algo que já estava tão próximo, tende a distanciar-se, porque o inimigo ganhou forças para contrapor-se e atrapalhar ainda mais.

A convicção da vitória têm que está instalada dentro de nós.  Assim nenhuma resistência contraria conseguirá frustrar os nossos sonhos.
Então, não perca a fé nunca, não deixe a dúvida se estabelecer em teu coração, confie sempre em Deus.

Pra. Elza Amorim Carvalho
#pra.elzaamorimcarvalho
@Praelzacarvalho
# nas redes sociais.
Email: elzacarvalho68@gmail.com