“Meu trabalho é espalhar o Evangelho”, diz Kanye West

19

O rapper Kanye West lançou na última sexta-feira (25) o álbum “Jesus Is King”, marcado por referências bíblicas e sua nova jornada de fé. Em entrevista à rádio Beats 1, da Apple Music, ele destacou que “está a serviço” de Cristo.

“Eu tenho algumas visões, mas quanto mais eu estou a serviço de Deus, apenas clareio a cabeça e acordo mais vazio todos os dias, e deixo Deus dirigir e apenas me usar como Ele quer. Você faz planos e Deus ri”, disse Kanye ao radialista americano Zane Lowe.

“Agora que estou a serviço de Cristo, meu trabalho é espalhar o Evangelho, para que as pessoas saibam o que Jesus fez por mim”, acrescentou Kanye, explicando que tudo o que ele faz agora é “para a Igreja”.

“Tudo o que faço, mesmo que seja projetar um sapato, é para a Igreja. É minha única missão e chamado: espalhar o Evangelho”, destacou.

Relacionamento com Deus

O último ano foi marcado por muitas mudanças na vida de Kanye, mas o momento mais decisivo aconteceu em abril, quando ele confessou Jesus como seu Senhor e Salvador.

“Esta é uma vitória para o Reino”, afirmou Kanye. “Para o Kanye voltar para casa, passando [da música] ‘Jesus Walks’ e ‘I Love It’, para dizer a Deus: ‘Eu tentei do meu jeito, não está dando certo. Tudo está arruinado. Estou terminando em dívida, ganhando esse dinheiro, mas ainda terminando em dívida”.

“Minha posição pública está arruinada”, acrescentou. “Não estou em boa forma. Estou tendo altos e baixos com minha saúde. Pessoas me chamando de louco. Pessoas que não querem sentar comigo. Eu tive que desistir de Deus”.

Depois de entregar sua vida a Cristo, Kanye compartilhou que ele finalmente se sente em paz e continua trabalhando constantemente para lidar com seu “espírito rude”.

“Às vezes ficamos à toa e começamos a ficar bravos com alguma coisa ou gritar — eu tinha um espírito rude no qual preciso trabalhar… Estou preparado para ser cristão… Você pega tudo na minha personalidade e diz: ‘Você está preparado para ser cristão’… A coisa pela qual eu oro para ser mais semelhante a Cristo é a graça. E então, quando Deus fortalece minha mão, eu recebo mais graça”.

Vício em pornografia

Na entrevista, Kanye falou sobre seu vício em pornografia no passado e revelou que pediu à equipe de produção de ‘Jesus Is King’ para não fazer sexo antes do casamento.

“A Playboy era minha porta de entrada para o vício em pornografia. Meu pai deixou uma Playboy aos 5 anos e isso afetou quase todas as escolhas que fiz pelo resto da minha vida”, compartilhou West.

O cantor disse que depois da morte de sua mãe, em 2007, ele pensou: “Algumas pessoas se afogam em drogas, eu me afogo no meu vício: o sexo. Foi isso que alimentou meu ego também. Dinheiro, roupas, carros, elogios, mídias sociais, fotos de paparazzi, semana de moda de Paris, tudo isso”, explicou West.

“Com Deus, consegui vencer as coisas que tinham total controle sobre mim”, acrescentou.