Ao abrir barriga em cesárea, bebê segura dedo de médica e emociona equipe e família

145

Ao abrir barriga em cesárea, bebê segura dedo de médica e emociona equipe e família em MS

Concentrada, a equipe médica havia acabado de fazer o corte na barriga, quando a Letícia pareceu dar o recado: quero chegar ao mundo logo! E foi assim, que ela tirou a mãozinha para fora e agarrou os dedinhos na mão de um dos profissionais que ali estavam. A avó dela, Ana Maria da Silva Rego, de 62 anos, que saiu do Rio de Janeiro para acompanhar o parto em Campo Grande, estava tirando as fotos e jamais imaginou fazer um registro tão diferenciado e bonito.

“Eu cheguei aqui na primeira semana do mês e o parto foi nesse sábado (26). Ainda estou encantada com ela, com as fotos e com todo esse momento de amor. É a terceira neta que ela me dá, só de falar desse momento eu já fico toda arrepiada. Ainda continuo emocionada, foi um momento raro e a presença de Deus ali era algo muito forte. E a situação de uma mulher gerar uma criança, que é a minha neta e a ela segurar o dedo da médica, isso foi formidável, fabuloso”, disse.

Segundo a dona Ana, a equipe de médicos ficou encantada com o momento. “Eu estava com o celular ali, acompanhando e pronta para tirar fotos. E, quando aquilo aconteceu, a médica ficou maravilhada e ela mesmo pediu para tirar uma foto, inclusive está com ela. No outro dia, a minha filha fez aniversário, então foi um presente inesquecível. Tenho outras duas netas e foi sempre eu quem as recebi, então me considero muito abençoada por Deus”, comentou.

Avó registra momento em que bebê nasce e segura dedo de médica em MS — Foto: Ana Rego/Arquivo Pessoal

O pai da criança, o motorista de aplicativo Paulo Martins, de 29 anos, fala que deixou a esposa e a sogra no hospital e ficou aguardando ansioso a chegada da Letícia. “Nós chegamos entre 6 e 7 da manhã e, como só pode subir uma pessoa no hospital, eu fiquei aguardando a internação para poder deixar as malas com elas e poder ir trabalhar. Umas dez da manhã deu a certeza e eu fui trabalhar, encerrando por volta das 13 horas. Desde então, estou aqui e só saí um momento para deixar minha sogra em casa”, explicou.

Já no quarto 306, da ala da maternidade na Santa Casa, na manhã desta segunda-feira (28), Paulo aguarda a alta médica da esposa, Thaiany da Silva de Paula, de 30 anos. “Até agora estou encantado com a foto, acho que a vontade dela de nascer era tão grande que o primeiro que viu colocou as mãos e agarrou. Letícia nasceu com 3,130 kg e 47 centímetros. Assim que foram para o pós-cirúrgico, minha sogra começou a conversar com parentes e conhecidos ali do hospital”, disse.

Dona de casa veio do Rio de Janeiro para acompanhar parto da neta em MS — Foto: Ana Rego/Arquivo Pessoal