“Minha fala era clamando por Jesus”, diz pedreiro que ficou soterrado

23

O pedreiro Gilberto Cordeiro lembra dos momentos de aflição em que ficou soterrado por quase 10 minutos no último sábado (21) enquanto trabalhava na obra de um muro no bairro da Linha do Tiro, na Zona Norte do Recife (PE).

Gilberto, de 46 anos, atuava na construção de um muro de arrimo quando a barreira deslizou por cima dele. Mesmo com a respiração comprometida, os minutos seguintes foram marcados por sua fé. 

“A minha fala era clamando por Jesus. Só clamando por Jesus”, disse Gilberto em entrevista exibida pelo Notícias da Manhã nesta segunda-feira (23).

Evangélico há 26 anos, o pedreiro conta que o acidente só fez com que a sua fé aumentasse. “Eu sabia que somente Ele poderia me socorrer, como me socorreu”, disse.

“Se eu tenho lutado até aqui para ser fiel a Deus, daqui por diante lutarei mais ainda”,  destacou Gilberto.

O pedreiro foi retirado de debaixo do barro com a ajuda da população local. Em seguida, ele foi socorrido por uma equipe do Corpo de Bombeiros de Pernambuco e encaminhado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Nova Descoberta.