Visões: tatuagem um laço de morte, maracanã, incêndio criminoso, cegueira total e juventude destruida

248

Na madrugada deste dia 17 de agosto de 2019, eu tive algumas visões.
Eu via algo que eu não conseguia emtender, mas era muito preocupante, tenso.
As pessoas estavam desesperadas.
Eu só entendi o que uma voz,  parecia a voz da Janine Borba, estava muito séria e dizia:
“As três criaturas vão ter que mostrar as caras ao sol, e uma delas tem uma tatuagem no corpo, no rosto e no…” eu parei de ouvir, porque eu me sentir estremecer.
(Sentia que era alguém conhecido)

Depois eu vi duas pessoas, elas deram-se um aperto de mão,assim:  batendo às mãos direitas com forças, e apertando-as, segurando os polegares,  como se comemora alguma vitória.
Foi quando eu ouvir alguém falar:  “que comemora deixado para atrás”.
Foi quando eu vi o braço de um deles virar um pouco e havia uma tatuagem,  parecia uma mandala, ou teia de aranha.
Minha mente voltou.

Estas duas visões, creio está relacionadas com a volta de Cristo.

Depois eu vi um grande estádio de futebol,  eu pensei ser o maracanã.
Haviam muitas pessoas na entrada dele, muitas mesmo.
De repente, houve um tumulto e eu ouvia pancadas, e eu via pedaços de gelo serem arremessados, e eu sentia águas pegar no meu rosto, eu pensei é bebidas, por causa do cheiro.
Parei de ver.
Foi tão real, que eu me assustei enxugando o rosto.

Já às 7:20hs, aproximadamente, eu ouvir alguém falar assim: “faz uma linha no tamanho de um campo de futebol e come”
Foi quando eu vi um lugar, parecia desenhado uma faixa, havia muitas árvores altas, e naquela linha subia fumaças demais, focos de fogos.
De tão real, parecia que eu estava pessoalmente, vendo.
Parei de ver
(Isto é incêndio criminoso)

Por várias vezes durante a noite,  eu via focos de fogo,  lugares diferentes, e o fogo eram muito vivo.

Ontem, dia 16, eu tive uma rápida visão:
Eu via às pessoas indo e voltando, mas era como se elas não enxergassem as coisas.
E tudo, parecia estar revirado,  fora de lugar, mas todos  achavam tudo normal.
Foi quando eu ouvir assim:  “ninguém ver nada,  não abrem os olhos, nem quem diz conhecer a Deus desperta, valores todos invertidos, os jovens estão destruídos, perdidos, desnorteados, desorientados”.
Foi quando eu vi um grupo de jovens, de bermudas, sem camisas, alguns tatuados, alguns com andar de malandragem, eles iam andando.
Parei de ver.

Mas, quando vier isto (eis que está para vir), então saberão que houve no meio deles um profeta.
Ezequiel 33:33

Pra Elza Amorim Carvalho
Elzacarvalho68@gmail.com