Inflação oficial registra menor taxa do ano em junho, diz IBGE

6

A inflação oficial desacelerou em junho deste ano em comparação com o mesmo período do ano passado e atingiu o menor valor para 2019, segundo os dados do IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), divulgados nesta quarta-feira (10) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). 

A taxa ficou em 0,01% em junho deste ano, frente a 1,26% do mesmo período de 2018. Esta foi a terceira queda consecutiva da inflação oficial.   

O indicador também desacelerou em comparação com maio deste ano, quando a inflação ficou em 0,13%.

Os grupos de alimentos e bebidas (-0,25%) e transportes (-0,31%) foram os principais responsáveis pela desaceleração da inflação do mês. Os produtos que ficaram mais baratos para o consumidor foram as frutas (-6,14%) e feijão-carioca (-14,80%). 

Além disso, os combustíveis também tiveram papel importante na deflação do mês, registrando variação de -2,41% com destaque para a gasolina (-2,04%).

O indicador também desacelerou em comparação com maio deste ano, quando a inflação ficou em 0,13%. 

No acumulado de janeiro a junho deste ano, a inflação acumula alta de 2,23%. Nos últimos 12 meses, o indicador ficou em 3,37%. 

O IPCA mede o impacto da inflação na vida das famílias que recebem entre um (R$ 998) e 40 (R$ 39.920) salários mínimos. O indicador considera residentes das regiões metropolitanas de Belém, Fortaleza, Recife, Salvador, Belo Horizonte, Vitória, Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba, Porto Alegre, além do Distrito Federal e dos municípios de Goiânia e Campo Grande.