VISÃO: Rio contaminado, guerra política, farsa e contaminação radioativa – Por Pra Elza Amorim Carvalho

59

Na madrugada do dia 03 de julho de 2019, eu tive as seguintes visões: Eu vi um rio ou lago, grande, a sua água era meio escura, suja.E maior parte dela estava coberta por vegetação, Victória régia, folha pequena. E havia também algumas talas de coqueiros, cortada, lancadas pelo meio.

Também vi algo interessante, eu me vi com o aparelho celular na mão,  olhando uma rede social,  e quando eu deslizava o dedo, iam subindo às fotos do perfil das pessoas. 
E haviam muitas pessoas,  mas algumas chamou-me atenção por ser tão conhecidas, e eu as guardei na mente.
Foram: O ex presidente Lula, a foto dele estava meio lateral, em seguida eu vi Jean Williams,  depois eu vi o ministro Gilmar Mendes, depois passou Haddad, depois o ministro Ricardo Lewandowski,  depois eu Dias Toffoli, e muitas outras fotos de pessoas conhecidas.
Haviam perfis com crianças também, porém, apenas essas ficaram  fixadas em minha mente. 
Enquanto eu curiosa fazia correr às imagens, eu ouvia alguém falar algo, mas, eu só entendi isto: …resolveu declarar guerra.
Minha mente voltou.

Já era aproximadamente às 7:30hs quando eu tive outra visão. 
Eu vi um lugar muito distante, bem longínquo, parecia no meio do nada, e, neste lugar, havia uma estrada e  algo parecendo uma ponte em uma semi-curva. 
E eu vi uma pessoa e algo que eu pensei que fosse um jumento ou cavalo, parados na estrada, antes desta pequena curva.
E a pessoa parecia puxar o suposto animal que queria  descer o barranco em frente a aparente ponte.
Foi quando a minha visão aproximou-se,  e eu vi que não era um animal, mais umas cinco pessoas, agarrados uma a cintura da outra, como se estivessem tentando conter uma as outras.

Todas as pessoas estavam vestidas de macaçao branco, botas brancas, estavam bem protegidas, e com capacete branco, cuja frente parecia vidro.
Eu pensei, são astronautas!? 
Pois eram assim que estavam.
Pensei também: parece o lugar no espaço, aonde dizem que o homem foi, a lua. 
Aquele lugar parecia ser todo branco, ou coberto de geada, areia alva, ou poeira, um pó  deste tipo. 
Foi quando a pessoa que estava puxando, retornou pela estreita trilha puxando os outros, um atrás do outro, de mãos dadas, e  duas delas abraçadas, amparando-se, como se fosse uma corrente.

E eu olhei para a suposta ponte, era tipo uma enorme caverna ou escavatura, eu vi pedras gigantescas na entrada daquele lugar.
E uma pedra continha um corte, parecia feito pelo homem, era pedra natural, coberta por esse algo branco cinzento. E, era bastante alta a entrada.
E dentro daquele lugar havia algo, e eu sentir que a pessoa que estava lutando para as outras não voltarem para lá, era porque havia perigo de vida, contaminação radioativa. 
Parei de ver.

E disse: Ouvi agora as minhas palavras; se entre vós houver profeta, eu, o Senhor, em visão a ele me farei conhecer, ou em sonhos falarei com ele. Números 12:06

Pra Elza Amorim Carvalho 
Elzacarvalho68@gmail.com