AL/MT sela acordo e fará repasse de R$ 3,5 mi para a Santa Casa

20
Foto Oficial do Presidente da República, Jair Bolsonaro.

Os deputados estaduais e o Ministério Público Estadual (MPE) acordaram um repasse de R$ 3,5 milhões do duodécimo da Assembleia Legislativa-AL/MT para o pagamento dos salários atrasados dos funcionários da Santa Casa de Cuiabá.

O acordo se fez necessário para que o Legislativo não venha a responder por improbidade administrativa.

Segundo o presidente da Assembleia-AL/MT, deputado Eduardo Botelho (DEM), serão realizados três repasses entre os meses de julho e setembro. O Governo do Estado irá retirar diretamente dos repasses mensais do duodécimo.

Definimos que esse repasse será utilizado totalmente para pagamento de salário, daqueles que trabalharam lá e não receberam

“Tivemos uma reunião com o Ministério Público, com a Justiça do Trabalho. Veio uma juíza [Ana Maria Accioly], o promotor de Justiça Mauro Zaque, e o secretário de Saúde Gilberto Figueiredo. Definimos que esse repasse será utilizado totalmente para pagamento de salário, daqueles que trabalharam lá e não receberam”, disse o parlamentar.

Botelho afirmou que o montante será depositado em uma conta judicial do Tribunal Regional do Trabalho (TRT-MT).

O secretário de Saúde Gilberto Figueiredo disse que, ao todo, o Executivo irá repassar R$ 10,8 milhões para o pagamento salarial dos funcionários da unidade filantrópica.

“Já pagamos a primeira parcela e hoje depositamos a segunda parcela. Esperamos até os próximos quatro totalizar R$ 10,8 milhões”, afirmou.

Reabertura

A unidade fechou as portas no dia 11 de março deste ano, alegando falta de recursos e dívidas que somam R$ 118 milhões.

Com a administração do hospital sob responsabilidade do Governo, a Santa Casa funcionará, temporariamente, como um hospital estadual. A unidade passa a ser a maior do Estado de Mato Grosso, com 242 leitos e serviços de alta complexidade.

Segundo Figueiredo, a ideia é concluir a reforma da unidade em breve para até julho fazer sua reabertura.

“Estamos em uma força tarefa para que os últimos dias deste mês até início do próximo o hospital esteja em condição de abrir suas portas”, resumiu.