Presidente Laerte Gomes discute problemas de segurança pública com moradores de Nova Londrina

35

Para tratar da segurança do distrito de Nova Londrina, em Ji-Paraná, o presidente da Assembleia Legislativa, Laerte Gomes (PSDB), na tarde de terça-feira (21) esteve na localidade para uma reunião com lideranças e moradores da região.

Dentre as principais reclamações, a população ressalta os constantes furtos e roubos às residências e comércios, além do baixo número de efetivo policial disponibilizados para garantir a segurança do distrito.

O presidente ressaltou que faz questão de ajudar a comunidade por quem, segundo ele, “tem enorme gratidão pelo apoio recebido na última campanha”. Laerte confirmou a disponibilização de recurso e sugeriu a tecnologia de videomonitoramento para coibir a ação dos criminosos.

“Acredito que podemos fazer uma experiência, pois a instalação de câmeras de segurança já tem dado resultados positivos em alguns municípios que já contam com esse mecanismo. Eu me comprometo em alocar o recurso e vocês em providenciar a parceria para um convênio que possibilite a aquisição dos equipamentos e o gerenciamento do sistema”, enfatizou o presidente.

Para o parlamentar, o ideal para avançar com o projeto é fechar parcerias que possam desburocratizar todo o processo para acelerar a implantação do sistema de segurança e que possam buscar o menor preço.

“Vocês podem conversar com o pessoal da CDL e apresentar o projeto. Uma alternativa também seria por meio de uma associação formada por vocês mesmos, produtores rurais, comerciantes, enfim, o importante é evitar a burocracia e encontrar uma solução rápida e efetiva”, sugeriu Laerte.

Sobre o efetivo da Polícia Militar que atua em Nova Londrina, o presidente afirmou que esse é um problema que só o Governo do Estado pode resolver.

“Por mais que eu queira, não adianta eu vir aqui e dizer que vou conseguir deslocar mais policiais para vocês se eu sei que não vou. Infelizmente esse é um problema que acontece em muitos distritos e um assunto que podemos tentar conversar com o Governo, mas só cabe a ele solucionar”, resumiu o presidente.

Fotos: Diego Queiroz-ALE/RO

Compartilhe: