Um passo para além do que se ver – Por Pra. Elza Amorim Carvalho

54

João 14:6 Assegurou-lhes Jesus: “Eu Sou o Caminho, a Verdade e a Vida. Ninguém vem ao Pai senão por mim.

A vida estar bem distante do que vivemos,  a sua real realidade é como um fogo que arde sem se ver.
É como o tempo que passa sem ser percebido.
É como o vento que sentimos sem poder tocá-lo.
O mistério da vida não se fecunda na mente do homem, não se iguala ao parecer do saber humano, e nem estar no que se pode ver.
A vida se concretiza na profundidade da sabedoria, surgiu do intelecto que não pode ser estudado, de um Ser que não se pode entender ou explicar.
A vida ultrapassa as origens da terra, porque ela nasceu dentro de Deus,  o Criador Universal.

Não querer entender esse princípio, é o mesmo que andar eternamente na escuridão.
Pensar que se pode ir a algum lugar sem a ajuda de quem tudo fez, e comprar para si, algo que nunca poderá usá-lo. Inútil é.
A conspiração que envolve  o viver ultrapassar dimensões inatingíveis ao Ser humano.
Logo, do que adianta absorver o mundo e se afastar daquele que o trouxe a existência?
O mundo pode até oferecer muitas coisas boas, no entanto, são coisas supérfluas, perecíveis, passageiras, só irão funcionar momentaneamente.

Os prazeres do mundo fornece uma alegria efêmera, uma falsa satisfação de bem-estar, uma ilusão.
Os recursos fornecidos  pelo mundo provoca comichão na alma humana e a destrói.
Pois o homem não foi feito para viver aludido no temporão, mas naquilo que é eterno, porque tudo o que é eterno provém de Deus, e o homem surgiu de dentro de Deus.

Portanto, é necessário dá um passo para além do que se ver, e si sintonizar em Deus.
Pois, quando se ultrapassa os limites da terra e se adentra em Deus, todas as maravilhas do mundo, por mais beleza e poder que elas tenham, não seduz e não atraí quem estar submetido em Deus.
Deus, Ele é o único que pode dar ao homem o que de fato este precisa, somente Deus pode preencher as lacunas da alma humana e satisfazer por completo os seus anseios.
Quando o homem busca demais pelas coisas do mundo, termina se afastando de Deus, comprometendo-se com o  pecado, e entorpecendo-se, em uma escuridão sem fim.

A busca desenfreada pelo infortúnio pode levar o homem abandonar a sua origem, que é temer a Deus, ficando este, propenso a se tornar uma pessoa  deprimida…vazia e desiludida.
Não adianta querer abraçar o mundo e perder a salvação.
Basta ao homem saber da um passo de cada vez e, debaixo da direção de Deus.
Quem quer tudo do mundo, perde tudo de Deus.
Deus,  Ele é tudo que o homem precisa,  o resto é apenas mero complemento.

Pra. Elza Amorim Carvalho
@Praelzacarvalho
# nas redes sociais.
Email: elzacarvalho68@ gmail.com