Tudo que você precisa saber antes de ir para Manaus: Roteiro completo para 4 ou 5 dias

238

Tem muito o que fazer em Manaus! Além de ser uma cidade linda e cheia de museus e pontos turísticos interessantes, ela é a porta de entrada pra quem quer conhecer a incrível Floresta Amazônica *-*. É o lugar perfeito pra quem gosta de natureza, aventura e sossego. A região é super bem estruturada para o turismo, mas infelizmente ainda recebe poucos brasileiros se comparada à outras regiões do nosso país, como o Nordeste, por exemplo. Pelo que o pessoal de lá nos falou, 80% dos turistas ainda são gringos e essa realidade só começou  mudar depois da Copa, ou seja, há apenas 2 anos! Apesar disso, podemos dizer com toda certeza que foi uma das melhores viagens da nossa vida e que Manaus é um destino que merece ser colocado na sua Bucket List (lista de coisas pra fazer antes de morrer).

E pra te convencer ainda mais disso, montamos este post com um roteiro completo sobre o que fazer em Manaus. Nós passamos 4 dias por lá, em maio deste ano, e foi tempo suficiente pra ver e curtir sem pressa os pontos principais da cidade e também da floresta (que é a melhor parte!), por isso, usamos como base os passeios que nós fizemos por lá e acrescentamos mais algumas dicas interessantes, como outras atrações bacanas, comidas típicas e onde se hospedar. Ah, e pra quem pretende ficar mais ou menos tempo em Manaus, é só adaptar essa programação e fazer tudo com mais calma ou escolher o que parecer mais interessante. 

O que fazer em Manaus em 4 dias ou 5 dias

Antes de qualquer coisa, olha só o vídeo que nós postamos lá no nosso canal do Youtube com os melhores momentos da viagem pra ficar ainda mais animado!

1º dia em Manaus

Passeio de 1 dia pela floresta

Passeio de dia na floresta amazônica

Nós fizemos este passeio logo no primeiro dia e foi uma delícia, ótimo pra ter o primeiro contato com a selva. Os locais visitados ficam mais próximos de Manaus e são todos bem organizadinhos e com bastante estrutura turística. O passeio é um combinado bem completo com várias atrações típicas da floresta.

A primeira parada é no encontro das águas. Depois, o barco passa em uma feirinha de artesanato, onde alguns moradores locais levam bichos como preguiças, macaquinhos, cobras e até um jacaré para os turistas tirarem fotos (mas, pra ser sincera fiquei com dó dos bichinhos que passam de colo em colo o dia todo). A próxima parada já é no restaurante flutuante onde almoçamos um buffet com comidas típicas da região… delicioso!! No mesmo local, tem uma passarela que leva para uma lagoa cheia de vitórias-régias e no caminho dá pra ver muitos macaquinhos soltos na floresta que são atraídos pelo guia com algumas bananas… mto fofos!!

Passeio de 1 dia em Manaus - mosaico Passeio em Manaus - mosaico

O passeio segue pelos igarapés, um curso de rio bem estreio com floresta dos dois lados, até chegar no local onde nós nadamos com o boto cor de rosa *-* . É uma experiência única na vida! Muito bom mesmo!

A última visita é em uma aldeia de índios. Eles mostram algumas danças típicas e explicam um pouco sobre sua cultura… Acho que essa foi uma das partes que eu mais gostei. Fiquei encantada e emocionada.

Este passeio é uma ótima pedida pra quem tem curiosidade de conhecer a selva, mas não quer passar a noite por lá ou não tem tanto tempo em Manaus.

Como ir: nós fomos com a Amazing Tours, à convite do Leonardo Mendes – dono da agência – e recomendamos bastante. Os locais visitados são lindos, tem um guia que nos acompanha e passa todas as informações sobre os pontos, tudo era bem seguro e o almoço era uma delícia! (Se quiser entender melhor sobre este tipo de parceria e como elas funcionam aqui no blog, é só dar uma olhadinha aqui.)

Quanto custa: Este pacote que nós fizemos custa R$300 por pessoa. Pode parecer um pouco caro, mas leve em consideração que já inclui o buffet de almoço (vc só paga as bebidas à parte) e tem água mineral de graça no barco. Mesmo assim, acho importante dizer que é possível encontrar o mesmo tour por um preço mais baixo, só não sei dizer se a qualidade é a mesma.

Horários/ Duração: A agência te busca entre 8h e 8h30 no hotel e te leva para o porto, de onde saem as embarcações. O passeio termina às 16h também no porto (mas aí o transporte de volta é por sua conta).

Teatro Amazonas

o que fazer em Manaus

Inaugurado em 1896, a história do Teatro Amazonas está totalmente relacionada com o chamado Ciclo da Borracha, época em que a região amazônica vivia o auge da exportação de látex para a Europa. Ele foi construído como opção de cultura e lazer para os industriais e as companhias estrangeiras que passavam pela cidade e projetado por arquitetos franceses e de outras partes da Europa. Toda a decoração e pintura do teatro também foram feitas por especialistas “importados”, por isso a arquitetura é tão detalhada, fina e pomposa, contrastando com a rusticidade da floresta amazônica.

o que fazer em Manaus

Créditos para as fotos: Vamos Fugir, Thiago Rocca e Marcelo Seixas – Flickr Creative Commons

O teatro oferece visitas guiadas que contam sua história e remetem às suas diversas fases até chegar nos dias de hoje. Nós, infelizmente não conseguimos fazer essa visita :´( #tosofrendo porque deixamos para ir no domingo (dia mais tranquilo do nosso roteiro) e demos com o nariz na porta: estava fechado para visitação por conta do espetáculo! Mas pelo que pesquisamos, o local ficou abandonado por um tempo até que, em 1997, as apresentações foram retomadas e hoje o Teatro recebe Festivais de Ópera e outras apresentações de dança e música.

Como ir: O Teatro Amazonas fica no Largo São Sebastião, no Centro Histórico da cidade. Se estiver hospedado por ali, sucesso! É só ir a pé. Mas, se estiver na Ponta Negra, pegue o ônibus 120 (no ponto da orla) ou vá de táxi, que custa cerca de 60 reais.

Quanto custa: As visitas guiadas custam R$20 e saem de hora em hora.

Entre 1º e 31 de maio, acontece o Festival Amazonas de Ópera e os valores dos ingressos variam de R$5 a R$80. Pode ser uma boa opção pra conhecer o teatro e já fazer um passeio cult 😉

Horários/Duração: As visitações acontecem de terça a sábado, das 9h às 17, de hora em hora, e levam 1h.

Dica: se fizer o passeio de 1 dia, aproveite para visitar o Teatro assim que voltar, já que ele fecha às 17h. Nós acabamos não fazendo isso e perdemos a oportunidade =/ Pra quem quiser saber mais, clique aqui para ver o site oficial.

2º e 3º dias em Manaus

Passeio de 2 dias e uma noite na selva

passeio de noite na floresta amazônica

O mais incrível de todos! É a melhor forma de conhecer a floresta de verdade, ter dimensão da sua grandeza, apreciar cada barulhinho, esquecer do mundo (pq lá não tem wifi) e ter contato direto com a natureza. Pra quem está indo pra Manaus com objetivo de conhecer a Floresta Amazônica, este passeio é imperdível!

Nós escolhemos o de 2 dias e uma noite em um alojamento com quarto e banheiro coletivo (mas tinha opção individual ou para casal) às margens do Rio Juma, a 4h de Manaus. Pra chegar lá pegamos uma van, um barco, outra van e depois outro barco… ufa! É cansativo mas vale muito a pena!

As atividades por lá são assim: 1º dia – almoço/ passeio de barco pela floresta/ avistamento de botos/ pesca de piranha/ pôr do sol/ jantar/ focagem de jacaré. 2º dia – nascer do sol/ café da manhã/ trilha na selva/ almoço/volta para Manaus. É claaaaro que isso aqui é só um aperitivo e que o post completo ainda está por vir… então fica esperto aí! 😉

o que fazer em Manaus o que fazer em Manaus

Como ir: Diversas agências de turismo fazem este passeio, mas nós fechamos com a Iguana Tour e gostamos muito.

Quanto custa: R$350 por pessoa por noite, incluindo todo o transporte, todas as refeições, uma noite no alojamento coletivo e todos os passeios pela selva. Para quem quiser ficar no chalezinho de casal (com banheiro), o valor é R$450 com todo o resto incluso também.

DESCONTO para seguidores do Vamos Fugir:  Como a Iguana Tour é nossa parceira, nós conseguimos um desconto especial para todos os nossos seguidores! \o/ Quem fizer esse passeio – ou qualquer outro com eles – vai ganhar 5% de desconto! Na hora da compra eles vão perguntar como vc conheceu a Iguana e aí é só vc escrever BLOG VAMOS FUGIR e pronto! 😉 

Horários: O passeio sai de Manaus às 8h e volta às 16h no dia seguinte.

Dica: Pra quem quiser um contato ainda maior com a selva, tem também um passeio de 3 dias e 2 noites, em que a primeira noite é no mesmo alojamento que a gnt ficou e a segunda você dorme no meio da floresta! Conhecemos um pessoal que fez e adorou, inclusive meninas sozinhas e casais #FicaDicaMulherada. Nós só não fomos porque não deu tempo e porque eu morro de medo de aranhas #prontofalei hahaha

Site da Iguana Tour: www.amazonbrasil.com.br
Instagram: https://www.instagram.com/iguanatour/

Quer mais detalhes sobre esse passeio? Então não deixe de ler o post completo que fizemos contando Como é dormir em um alojamento no meio da selva 😉

Mercado Municipal

o que fazer em Manaus

O Mercado Municipal Adolpho Lisboa fica bem pertinho do porto, no centro de Manaus. Ele também é um dos prédios históricos da cidade, com arquitetura baseada em um mercado de Paris. Construído em 1880, o local tem várias boxes que vendem artesanato local, frutas, cosméticos, cachaças e também uma praça de alimentação com comidas típicas. Vale a visita principalmente pra comprar presentinhos para a família 😉

o que fazer em Manaus

Como chegar: O endereço exato é Rua dos Barés, 46 – Centro, Manaus

Horários/ Duração: de segunda a sábado, das 8h às 17h e aos domingos, das 6h às 12h. Para nós 1h foi suficiente pra comprar umas coisinhas.

Quanto Custa: entrada de graça

4º dia em Manaus

MUSA – Museu da Amazônia

o que fazer em Manaus

É um museu a céu aberto que fica dentro de uma Reserva Florestal e divide espaço com o Jardim Botânico de Manaus. Lá tem algumas trilhas guiadas pelo meio da floresta, onde o guia vai te explicando sobre a fauna e a flora local e mostrando os bichos que podem ser avistados pelo caminho. Tem também um borboletário experimental (onde a gente pode entrar!) bem bonito e com várias espécies diferentes.

Isso sem falar na atração mais famosa do MUSA: uma torre com 42 metros de altura (o equivalente a um prédio de 14 andares) que fica acima da copa das árvores! Na verdade a torre tem 3 plataformas e visões diferentes. Na primeira a gente vê os troncos das árvores e, segundo nossa guia, é o melhor local pra ver alguns bichos como a preguiça *-*. Na segunda a gente já está na altura das copas, onde é bom pra avistar pássaros, e na terceira subimos acima das árvores e conseguimos avistar Manaus de um lado e uma floresta imensa do outro… É muita árvore! O passeio é super bonito e vale muito se você tiver um tempinho sobrando…

o que fazer em Manaus

Como ir: Pra ir de ônibus do Centro até lá você precisa pegar a linha 448, que sai da Av. Getúlio Vargas e leva quase 1h até lá, mas para na frente do MUSA. Na volta é a mesma coisa. (As linhas 676 e 560 também vão, mas não sei a diferença)

Qanto custa: trilha guiadas: R$ 10,00/ Subida na torre: R$ 20,00 Busão: R$3 ida + R$3 volta Lá no site do MUSA tem mais informações.

Horários/ Duração: Aberto todos os dias, exceto quartas-feiras, das 9h às 17h (mas o portão fecha às 16h) As visitas à torre também são guiadas e levam cerca de 1h30 (contando com o borboletário no final), a outra trilha tem duração de 1h. Nós só fizemos a da torre e fomos e voltamos de ônibus, por isso levamos a manhã toda.

Museu do seringal 

o que fazer em Manaus

Nós adoramos ter conhecido este museu!! Na verdade ele é uma casa restaurada que serviu de cenário para a gravação do filme “A Selva”, de Leonel Vieira (uma adaptação da obra do escritor português Ferreira de Castro), por isso é totalmente decorada com os móveis e objetos usados na época do ciclo da borracha. Lá dentro um guia te acompanha contando toda a história dos seringais e mostrando o luxo da casa do Barão, em comparação com a pobreza em que os funcionário (semi-escravos) viviam. É um passeio muuuuito interessante porque retrata uma história que faz parte do nosso país, mas às vezes é tão distante da nossa realidade. Mas como tem muito o que contar, também vou deixar os detalhes para outro post.

o que fazer em Manaus o que fazer em Manaus

Ah, pra quem for pra esses lados de manhã uma boa opção é dar uma paradinha na Praia da Lua, uma praia banhada pelo Rio Negro que fica bem no caminho do museu. Por lá tem umas barraquinhas e rola almoço e petiscos típicos.

o que fazer em Manaus

Praia da Lua

Como ir: se estiver no Centro de Manaus, pegue um taxi (+- R$60) ou os ônibus da linha 120 ou 126 (saindo da Av. Getúlio Vargas) e vá até o final da Ponta Negra. Caminhe mais um pouquinho passando o Hotel tropical até a Marina do David, de onde saem barcos o tempo todo (tanto o museu quanto a praia só têm acesso por barco). A viagem até o museu leva 20 min. Pra quem vai na Praia da Lua é o mesmo esquema, só que a viagem de barco é rapidinha.

Quanto Custa: o Barco até o museu custa R$12 o trecho por pessoa, ou seja R$24 + R$5 da entrada no museu.

Horário/ Duração: o museu funciona de terça a domingo, das 09h às 16h (mas vc tem que chegar lá até às 15h) As visitas duram mais ou menos min. Pra quem quiser saber mais, este é o site oficial do Museu do Seringal.

Praia de ponta Negra

o que fazer em Manaus

Ótima pra se refrescar do calorão que faz lá em Manaus ou só pra ficar de boa vendo o pôr do sol. Nós preferimos a segunda opção. Como fomos ao museu do Seringal à tarde, aproveitamos a volta para tomar um açaí curtindo o movimento… A praia tem um calçadão e uma espécie de praça com várias opções de barzinhos e quiosques fast fodd de comidas típicas e a região também é muito frequentada pelo pessoal que mora lá.

Como ir: Metade do caminho do Museu: o táxi sai por mais ou menos R$60 e os ônibus são da linha 120 ou 126 (saindo da Av. Getúlio Vargas, no Centro).

Quanto Custa: de graça! Mas o açaí foi uns R$10 cada

Comidas típicas – onde comer em Manaus

o que fazer em Manaus

Tacacá

Feito com tucupi, goma de farinha de mandioca, folhas de jambu (que amortece a língua) e camarão. Nós comemos no hostel pq rolou um rango especial lá em uma das noites, mas o lugar mais famoso é a barraca da Gisela, que fica bm ali na praça, de frente para o Teatro.

Costela de Tambaqui

Tem um restaurante delicioso também no Largo de São Sebastião (praça do Teatro) chamado Tambaqui de Banda. Os pratos são deliciosos, muito bem servidos e têm preço justo: uma média de R$25 a R$30 por prato.

Moqueca de Pirarucu

Nós experimentamos uma sensacional feita com tucupi e castanha do Pará no restaurante Banzeiro, que é bem famoso, mas um pouquinho mais afastado. Ele já é mais sofisticado e carinho que os outros, mas vale conhecer! No site deles tem todas as informações, mas só pra vc saber: o táxi do centro até lá saiu por R$15 e os pratos são uma média de R$100 e servem duas pessoas.

Suco e sorvete de frutas típicas

Também no Largo São Sebastião tem uma casa de sucos naturais chamada African House e, na outra esquina, a sorveteria mais tradicional de Manaus, a Glacial. Experimente os sabores cupuaçu (meu prefeido), taperebá (tbm conhecido como cajá), tucumã e burití.

Açaí

 Lá eles comem tanto o açaí salgado (sim! com farinha, camarão seco, às vezes peixe..) quanto o doce. Mas não é bem o doce como nós conhecemos aqui no Sudeste. Pelo menos os que nós provamos eram adoçados com açúcar (e não com xarope de guaraná) e eram servidos com farinha de tapioca, aquela mais grossa que tem umas bolinhas (a que é usada pra fazer a tapioca que nós comemos – ou beiju – é chamada de goma de tapioca, não farinha)… muito diferente né?!

Onde se hospedar em Manaus

o que fazer em Manaus

Nos ficamos no Local Hostel, à convite deles, e não podia ter sido melhor! O albergue é considerado o melhor da região e nós adoramos. Tudo muito limpinho, bem arrumado, novinho e com um toque de criatividade em cada detalhe. Ah, e eles têm tanto os quatros compartilhados quanto os de casal ou triplos com banheiro próprio. Logo logo vou fazer um post contando tudo sobre o Local Hostel, mas enquanto ele não sai pode ir tranquilo que você não vai se arrepender!

Outras dicas:

o que fazer em Manaus

Se vc estiver em Manaus no domingo de manhã, ali no Centro Histórico (atras da casa do Eduardo Ribeiro) rola uma feirinha de artesanato e comidas típicas bem legal. Só fique esperto pq ela termina por volta das 12h, então quem quiser almoçar por lá tem que ir logo.