DPE – AL (Defensoria Pública do Estado de Alagoas) oferta oportunidades de Estágio para estudantes do curso de Direito

125

A Defensoria Pública do Estado de Alagoas (DPE – AL) tornou público o edital n.º 33/2018 de processo seletivo, com o objetivo de formar cadastro de reserva para estágio em Direito nas unidades da Defensoria Pública situadas em Água Branca e Campo Alegre.

O estágio terá duração de seis meses, prorrogáveis, a critério da Administração Pública, por períodos sucessivos até o máximo de dois anos (ou até a conclusão do curso).

Requisito

Poderão participar do processo seletivo estudantes de todas as instituições de ensino superior que estejam cursando entre o 5º e o 9º período do curso de Bacharelado em Direito. 

Bolsa e jornada de estágio

O candidatos selecionados irão receber bolsa de estágio de um salário-mínimo, além de auxílio transporte no valor de R$ 50,00 mensais. As atividades serão desenvolvidas pelo período de 30 horas semanais, no horário diurno.

Inscrição

As inscrições serão realizadas no período compreendido entre os dias 23 de novembro e 05 de dezembro de 2018, por meio do preenchimento de formulário que será disponibilizado no site da Defensoria Pública (www.defensoria.al.def.br), na aba “estágios”, link “2018 – Água Branca e Campo Alegre – Processo Seletivo para estágio em Direito”).

Após a impressão, preenchimento e assinatura do formulário, este deverá ser enviado por correio eletrônico à Coordenação de Estágio da Defensoria Pública do Estado de Alagoas (dpalconvenioestagio@gmail.com), juntamente com os documentos indicados no edital, destacando-se que o formulário e os documentos deverão ser enviados no formato PDF.

Não haverá taxa de inscrição.

Seleção

Segundo o edital, constante do DOE AL, página 89, O processo seletivo será feito a partir da análise do histórico escolar e avaliação de títulos.

Validade

O processo seletivo terá validade de seis meses, a contar da data da homologação do resultado, podendo ser renovado sucessivamente por iguais períodos até o prazo máximo de dois anos.