Escola de Administração Pública do Amapá (EAP – AP) abre edital de cadastro e credenciamento de facilitadores e instrutores

155

A Escola de Administração Pública do Amapá (EAP) está realizando cadastro e credenciamento de pessoas físicas que possam compor o seu banco de facilitadores e instrutores.

De acordo com o edital 005/2018, podem participar do processo de credenciamento:

  • Pessoa Física que NÃO tenha vínculo efetivo com a folha de pagamento do Poder Executivo Estadual;
  • Profissionais Militares na Reserva;
  • Servidores do Ex-território Federal do Amapá à disposição do Estado do Amapá.

Por outro lado, NÃO estão aptos ao processo de credenciamento: profissionais que tenham sido declarados inidôneos para contratar com a Administração Pública; profissionais que tenham sido desligados por quaisquer motivos dos quadros do poder Executivo do Estado do Amapá; profissionais militares na ativa; e servidores públicos com vínculo com o GEA.

Inscrições

As inscrições serão realizadas até o dia 21 de novembro de 2018, na própria EAP, localizada na Rua Amazonas, n° 20, no Centro de Macapá.

A inscrição deverá ser feita pelo próprio candidato, mediante apresentação dos documentos elencados nos editais.

Fases

Para a seleção, haverá quatro fases:

  • Inscrições;
  • Habilitação (análise documental pessoal e profissional);
  • Certificação da capacidade técnica (avaliação das habilidades técnicas), na qual o candidato deverá atingir, no mínimo, 60% da pontuação máxima prevista no edital; e
  • Fase de formação de facilitadores (participação no curso de facilitadores).

Todas as fases são de caráter eliminatório. O candidato aprovado no processo estará apto para atuar como instrutor, facilitador e consultor por dois anos.

O profissional credenciado, quando contratado, receberá por hora/aula, valor entre R$ 45,00 e R$ 100,00. Mas vale ressaltar que esse profissional terá que arcar com eventuais despesas referentes a diversas atividades que for realizar durante a prestação dos serviços.

Sobre a EAP

A Escola de Administração Pública do Amapá tem como missão formular, implementar e gerir a política de formação e desenvolvimento integral do servidor público do Governo do Estado. Com isso, ela busca a excelência dos serviços prestados à população.