Publicada em 14/06/2018 às 10:29

Varizes: O que são? Quais as causas, sinais e sintomas? Qual o tratamento?

O sangue é levado aos tecidos pelas artérias e trazido de volta pelas veias, ajudadas pela musculatura.

Resultado de imagem para varizes

O que são varizes?

O sangue é levado aos tecidos pelas artérias e trazido de volta pelas veias, ajudadas pela musculatura. Pode-se imaginar o esforço que o organismo tem de fazer para que o sangue retorne dos pés e pernas até o coração, contra a ação da gravidade. As veias contêm válvulas que impedem o refluxo do sangue, que circula nelas num único sentido, o do coração. Se essas válvulas não funcionarem, o sangue se acumula nas veias e pressiona suas paredes, provocando a dilatação e deformação delas. Isso pode ocorrer por uma continuada e excessiva ação da gravidade (como nos barbeiros ou sentinelas, por exemplo, que ficam de pé por muito tempo). Os músculos da panturrilha constituem-se numa verdadeira bomba que impulsiona o sangue em direção ascendente mas, nesse trabalho, as veias superficiais ou profundas podem sofrer dilatações e deformações e, assim, constituírem as varizes. Varizes também podem ocorrer, por outros motivos, nas paredes de órgãos internos (estômago, esôfago, ânus, etc.), mas as que surgem nas pernas são, de longe, as mais comuns e conhecidas e os leigos costumam usar o termo varizes sem adjetivação para se referirem a elas. Por essa razão este artigo será focado nelas. As varizes ligadas às vísceras são estudadas em relação às doenças que as causam. As varizes nas pernas ocorrem mais em pessoas que necessitam ficar em pé por longos períodos e podem causar dor e inchaço nas pernas.

Quais são as causas das varizes?

Nem todo mundo tem varizes, mesmo quando estão expostos às situações que, em outras condições, as causariam. Estima-se que no Brasil 18% das pessoas tenham varizes, a maioria delas do sexo feminino. Com o passar do tempo e devido a fatores hereditários, as veias diminuem a sua elasticidade normal e as válvulas venosas perdem sua eficiência. Com isso, o sangue passa a ficar parado ou mesmo a refluir dentro das veias, provocando a dilatação delas.

Outros fatores que favorecem o aparecimento de varizes:

  • Obesidade.
  • Traumatismos nas pernas.
  • Sedentarismo.
  • Gravidez.
  • Tabagismo.
  • Exposição ao calor.
  • Pílulas anticoncepcionais e reposição hormonal.

Quais são os sinais e sintomas das varizes?

Na maioria das vezes as varizes não provocam sintomas e o principal problema que causam é de natureza estética. No entanto, alguns sinais e sintomas podem ser mencionados:

  • Presença de veias tortuosas, azuladas, visíveis sob a pele.
  • Grupamento de finos vasos avermelhados, também visíveis sob a pele.
  • Sensação de queimação nas pernas e planta dos pés.
  • Inchação predominante nos tornozelos e ao final do dia.
  • Prurido ou coceira.
  • Sensação de fadiga nas pernas.
  • Sensação de peso nas pernas.
  • Cãibras.

Nas mulheres, esses sintomas tendem a piorar durante a menstruação e a gravidez.

Como o médico diagnostica as varizes?

O diagnóstico de varizes pode ser feito pelo simples exame local. Através de algumas manobras clínicas o médico pode verificar quais veias estão comprometidas. O mapeamento dos segmentos varicosos pode ser feito com a ajuda do Doppler, um exame de imagem, que também pode auxiliar no encontro de trombos e na localização de alterações do fluxo sanguíneo venoso. Em casos mais sérios e que exigem maior precisão diagnóstica, podem ainda ser feitos exames mais sofisticados.

Como se trata as varizes?

As varizes de perna podem ser tratadas pela remoção cirúrgica das veias comprometidas ou esclerose delas por meios químicos ou por raios Laser. O procedimento cirúrgico é rápido, o tempo de hospitalização é curto e a recuperação pode ser feita em casa. As veias superficiais podem ser necrosadas pela injeção de drogas, a fim de que não mais conduzam sangue e se estabeleça uma circulação colateral não varicosa e se criem novos vasos. Esse procedimento, no entanto, não é indicado para tratar varizes maiores, nem para as que sejam profundas. Depois da recuperação, deve-se caminhar diariamente para estimular a circulação do sangue e o crescimento de novos vasos. Quando pisamos, o sangue acumulado nos pés é bombeado para cima e o mesmo acontece quando exercitamos os músculos da panturrilha. Por isso, caminhar é muito importante para prevenir ou tratar as varizes.

Advertências úteis a pessoas com varizes nas pernas:

  • Evite ficar de pé ou parado numa mesma posição, por muito tempo. Movimente os pés e as pernas regularmente.
  • Procure elevar as pernas acima do nível do coração (colocar os pés para cima), diversas vezes por dia.
  • Use meias elásticas, desde antes de levantar-se da cama.
  • Procure andar a pé. Caminhar ajuda a prevenir as varizes das pernas.
  • Se ferir uma veia com varizes, deite-se imediatamente e eleve a perna ferida.
  • As varizes podem dar origem a coágulos que podem se desprender e alcançar o cérebro ou o pulmão, por exemplo.
  • No caso de ocorrer qualquer inflamação dolorida, procure um médico imediatamente.

Como evoluem as varizes?

Se tratadas corretamente as varizes podem desaparecer ou serem muito reduzidas. Quando não tratadas ou não manejadas adequadamente, as varizes podem levar a complicações, algumas das quais sérias, devido à estagnação do sangue ou a distúrbios tróficos dos tecidos que não são adequadamente irrigados, tais como:

  • Eczemas.
  • Dermatites.
  • Flebites e tromboses.
  • Escurecimento da pele.
  • Hemorragias, pelo rompimento das veias.
  • Úlceras de pés ou pernas, devido à deficiência de nutrição dos tecidos.
Autor: abc.med.br
Fonte: abc.med.br

Comente com o Facebook